Green Factory, Lda

Green Factory - Lda

A GREEN FACTORY, Representações Lda está no mercado há já alguns anos e sempre relacionada com a importação de motas chinesas.

Neste momento a GREEN FACTORY representa as seguinte marcas de fabrico chinês:

- Jonway
- Shenke
- AJS Motorcycles
- Regal Raptor
- Skyteam
- Mikilon
- XY PowerSports
- TBM
- Dazon
- Generic

Entre outras…

Jianshe JS Custom 125

Mota Jianshe JS Custom 125

CARACTERÍSTICAS

tipo de motor: Monocilindrico a 4T, 2 Válvulas, SOHC
cilindrada: 124 cm3
sistema de arranque: eléctrico
transmissão: 5 velocidades
potência: 10 cv a 7500 rpm
dimensões: 2080 mm x 820mm x 1100 mm
distância entre eixos: n/a
altura do banco: n/a
peso a seco: 134 Kg
suspensão frente: Forquilha telescópica
suspensão trás: Braço oscilante
travões frente: Disco
travões trás: Tambor
pneus frente: n/a
pneus trás: n/a
depósito de combustível: 14 Lt

 Jianshe JS Custom 125

 Jianshe Custom

Réplica da Piaggio apreendida na EICMA 2011

A EICMA 2011 já terminou, e com o fecho vão surgindo algumas notícias relacionadas com as motas chinesas que estiveram presentes no evento. Apesar de nem todas serem más notícias, esta tem ganho notoriedade na internet pelos piores motivos…

Os chineses d Kaitong Motor apresentaram na Feira de Milão EICMA 2011 uma scooter de três rodas da marca YIBEN que é uma imitação flagrante da MP3 patenteada pela Piaggio ! A indústria solicitou a intervenção da Guarda fiscal italiana…

A Piaggio confirmou em comunicado que a policia italiana “Guardia di Finanza” apreendeu uma scooter de três rodas chamada YB 250 ZKT produzida, comercializada e apresentada na feira de Milão EICMA 2011 pela empresa chinesa Kaitong Motor através da Yiben. A Polícia realizou a operação no no próprio stand da Yiben na EICMA 2011 !!!

A “Guardia di Finanza”, diz que o modelo acima apresenta várias semelhaças com o modelo ‘MP3′ da Piaggio, cujo design e produção tem, obviamente, direitos propriedade do grupo italiano da Piaggio. Assim, o modelo acabou por ser embargado com as acusações de falsificação e violação de direitos de autor. Aqui estão as fotos, você pode ver que para si mesmo.


INTERMOT 2010: Silver Blade, a Maxi-Scooter 125 da Keeway

Dentro do segmento de mercado das scooters, a Keeway surgiu na feira de Colónia com uma MAXI-SCOOTER 125. Apesar de ainda não estar em produção e talvez apenas estar disponível em Portugal lá para finais de 2011 ou mesmo 2012, mas a verdade é que surge já no catálogo de 2011 desta marca chinesa – Keeway.

Sem qualquer dúvida que este era um modelo que faltava, já que a Keeway ainda não tinha nenhuma maxi-scooter.

O design é bastante futurista. Com uma estética “angulosa” e futurista, equipa duplo disco à frente e espelhos no guiador… a viseira de grandes dimesões parece ser adequada em condições atmosféricas menos boas.

Apesar de ter um peso anunciado de 155kg, o motor é um motor de 8,9kw / 8250rpm, com uma velocidade máxima de 92km/h, correndo o risco de ficar um pouco aquém das expectativas para condutores menos citadinos.

Esperemo que o preço seja competitvo e o seu comportamento em estrada nos surpreenda.
Espera-se agora a confirmação da sua chegada!…

Sw Energy – Energias Renováveis, Lda

SW Energy Scooters Eléctricas

.
Sw Energy – Energias Renováveis, Lda, apresenta-se no mercado como uma empresa especializada em produtos e serviços orientados para a excelência ambiental.
Nasceu em 2008 e tem como intuito principal oferecer qualidade a preços muito acessíveis. Assumimo-nos como instrumento de divulgação das energias renováveis e eficiência energética, desde painéis térmicos e fotovoltaicos, lâmpadas economizadoras, e ainda  veículos eléctricos, dos quais se destacam as scooters eléctricas “chinesas” JONWAY – a derradeira aposta.

Sw Energy – Energias Renováveis, Lda
Rua do Pinhal Verde, Telheiro
Leiria

E-mail: pereorlando@gmail.com
Telefone: 244826299
Fax: 244826299

Sky team V-Raptor 125 [6.5/10]

v-raptor9

Inspirada na original Suzuki Van Van, a V-Raptor 125 é basicamente uma trail equipada com pneus largos.
Claramente inspirada no espírito dos anos 70, esta é uma moto que lhe propõe viagens em grande estilo tanto em cidade como à beira-mar. Apesar de ser uma produção chinesa, é de destacar uma qualidade superior mesmo a nível dos acabamentos.

A categoria deste modelo de rodas grandes, foi popularizada por dois ilustres representantes: a Suzuki RV125 Van Van e pela Yamaha TW 125. A Skyteam V-Raptor, desenhada e produzida na China, tem quase todas as características da aparência da Suzuki. É essencialmente urbana, mas simultaneamente convidativa a passeios de verão. O aspecto geral é o factor mais importante nesta moto, e se o equipamento e as performances são relegadas para um plano mais secundário, a verdade é que mesmo assim a V-Raptor não perde o seu mérito. Também merce lugar de destaque, e de um modo geral, os acabamentos que estão bastante bem conseguídos, apesar de ainda poderem ser aperfeiçoados (porcas e parafusos em particular).

v-raptor8

Equipamento

No âmbito dos aspectos práticos, é visivel a presença do Kick de arranque manual, o encaixe para pendurar o capacete e o suporte traseiro para o transporte de pequenos volumes. O “ar” é manual (directamente no carburador) e a torneira de gasolina torna possível a passagem à reserva. A instrumentação é relativamente simples, destacando-se no entanto o botão de chamada de luzes de máximos no comutador esquerdo. O painel de instrumentos tem basicamente o essencial: velocímetro, conta-quilómetros, e pouco mais…

A nível técnico, a V-Raptor é motorizada por um motor mono-cilindrico, de refrigeração a ar com duas válvulas, equipado com um carburador com uma potência anunciada de 12Cv. O sistema de travagem é de disco hidraulico, a frente e atrás, e a altura do assento é moderada dando ao condutor uma posição de condução bastante descontraída. O assento é amplo e confortável, e as suspensões são bastante flexíveis o que ajudam ainda mais ao conforto. Em contra-partida, as vibrações difundidas pelo motor acabam por estar presentes se optarmos por conduzir a altas-rotações.

v-raptor5

Fácil de conduzir

A V-Raptor mostra-se ágil e destaca-se em cidade, ainda que os pneus largos e pesados dificultam ligeiramente nas mudanças de direcção. O ângulo de viragem reduzido favorece as manobras em filas de tráfego intenso, e a fraca massa facilita as operações mais delicadas. Só mesmo o guiador que é ligeiramente largo é que nos acaba por dificultar a vida no momento de ir para as filas de automóveis.
O motor não se mostra particularmente entusiasta, mas mostra-se suficientemente potente enquanto continuar a ser-se acantonado às aglomerações de trânsito. Em estrada, a velocidade máxima (limitada aos 95 km/h) é demasiado reduzida, da mesma maneira que as mudanças, parecem que atingem o limite bastante rapidamente. A caixa de cinco velocidades é globalmente eficaz, excepto o ponto morto ligeiramente difícil encontrar.
O comportamento de estrada é o adequado, e os pneus demonstram uma aderência conveniente sobre solo seco, mas claramente menos eficazes em piso molhado. A travagem é por seu lado eficaz, e, utilizando deliberadamente os dois discos, a moto é fácil de imobilizar em segurança.

Condução

A V-Raptor é ágil e não passa despercebida em condução urbana. O peso e dimensões dos grandes pneus colocam o centro de gravidade da moto para baixo, e a verdade é que isso facilita a maneabilidade da moto e as operações mais delicadas.
O motor não parece particularmente potente, mas é o suficiente se se tiver em consideração que a sua utilização é fundamentalmente citadina. Em estrada, a velocidade máxima estimada é de 95 km / h, o que pode tornar as viagens mais longas um pouco monótonas para condutores mais experientes. A caixa de cinco velocidades é de um modo geral bastante eficaz, no entanto o ponto-morto parece um pouco difícil de encontrar, pelo menos ao inicio. Em termos de segurança, e fazendo uma análise global, é suficiente. Os pneus mostram uma aderência eficaz em piso seco, mesmo em terra, mas em piso molhado não parecem ter a melhor preformance. Apesar de tudo a travagem é eficaz, e se, usarmos deliberadamente os dois travões, a moto pára de forma muito rápida e adequada.

Conclusão

Sem tentar comparar a classe e os desempenhos do modelo original, esta Van Van é basicamente uma moto que se destaca pelo seu estilo e pelo seu modesto preço, acabando por nos fazer esquecer os pequenos defeitos nos acabamentos e a falta de desempenho o motor.

http://www.motoschinesas.com/wp-content/uploads/plus_icon1.png
Look / Estilo
Preço
Travagem
Alturado banco

http://www.motoschinesas.com/wp-content/uploads/minus_icon1.png
Motor (em estrada)
Equipamentos práticos


NOTA  FINAL: 6,5/10

Motor: 6/10
Performance: 6/10
Estetica: 8/10
Equipamento: 6/10
.
Velocidade máxima: 96km/h
Aceleração 0-100 m: n/a
Diâmetro viragem: 3400mm
Conso. média: 4,0 l/100km
Autonomia: 250km

INTERMOT 2010: Generic Zion 125, finalmente !

A Maxi-Scooter Zion 125, uma scooter  da marca Austriaca Generic (grupo KSR), será finalmente lançada em Portugal em breve, provavelmente ainda em Dezembro de 2010.

http://lh6.ggpht.com/_IvRP079Yeio/S45K5wDcpWI/AAAAAAAAAIw/A7NSf5CLSQY/s640/zion_04.jpg

Com uma linha arrojada e bastante marcada, jantes de 15 polegadas à frente e 14 atrás, vem equipada com um motor de 125 Cm3 de 12 cv, de arrefecimento liquido; Foi desenvolvida pela Qianjiang (o mesmo fabricante da Keeway e Bellini) e com um preço recomendado é de 2499 euros irá disputar uma concorrência muito competitiva dentro do seu segmento.

Regal Raptor Portugal

Regal Raptor Portugal

A Regal-Raptor, é uma marca da empresa LIFENG GROUP CO.

Esta fábrica tem aproximadamente nove anos de idade mas a verdade é que conta já com duas fábricas, uma em Wen-Zhou para o fabrico de componentes e peças e outra em Shangai, onde se realiza a montagem final.

São vários os modelos disponíveis da marca, inspirados claramente nas linhas vintage e nas chopper.
A excepção é o modelo NAC que se enquadra dentro das NAKED.

http://motosbrasil.net/wp-content/uploads/2010/08/regal_raptor_black_jack_f_004.jpg

Apesar de existirem no mercado nacional com outras marcas, nomeadamente LEONART MOTORS ou AJS MOTORCYCLES, a verdade é que a fábrica, montagem, acabamentos, performance, etc… é exactamente a mesma. Ou seja, a única diferença das outras marcas é que são importadas através de outros países intermediários, nomeadamente Espanha (marca LEONART) e Inglaterra (marca AJS). Nos EUA e Canadá, por exemplo, a marca comercial é a JOHNNY PAG.

Links Externos
www.regal-raptor.eu
www.regal-raptor.com

Importadores
Brevemente mais informações…

http://0.tqn.com/d/motorcycles/1/0/G/n/-/-/Johnny_Pag_action.jpg

Time executed 0 seconds