Keeway Milan 50 – NOVIDADE

Fonte: keewaymotor.pt

http://www.motociclismo.pt/images/stories/NOTICIAS2/060710_keewaymilan_h.jpg

A nova Keeway Milan 50 é o modelo retro da Keeway e promete suscitar o interesse de todos aqueles que gostam de ter sempre presente… o passado. A Keeway Milan tem como intuito completar a gama de 50cc da Keeway apresentando-se como uma scooter de baixo custo, com um design moderno, de linhas simples, mas com alguns pormenores que recordam o passado. Basicamente caracteriza-se pela ampla área debaixo do assento, conforto e espaço.

A partir do final do mês de Julho vai estar disponível nas cores branca e preta, branca/preta com autocolantes laranja e preto.
O preço para esta nova proposta da Keeway será de 970 euros.

Mais informações no site da Keeway ou através do importador Olimotor (Grupo Multimoto)…

http://www.keewaymotor.pt/getimage.php?file=imagens%2F100716175851.jpg&x=396&y=339

Características Gerais da KEEWAY MILAN 50:

  • IPO DE MOTOR : Monocilindrico, 2 tempos, refrigeração a ar
  • CILINDRADA : 49,8 c.c.
  • DIÂMETRO x CURSO : 40.0 x 39.2 mm
  • SISTEMA DE ARRANQUE : Eléctrico / pedal
  • POTÊNCIA MÁXIMA : 2,57kW a 7.000 rpm
  • COMPRIMENTO : 1.645 mm
  • LARGURA : 620 mm
  • ALTURA : 1.100 mm
  • DISTÂNCIA DE EIXOS : 1.155 mm
  • DISTÂNCIA AO SOLO : 70 mm
  • PESO SECO : 70 Kg
  • TRAVÕES FRENTE : Tambor
  • TRAVÕES TRÁS : Tambor
  • PNEUS FRENTE : 3.00-10
  • PNEUS TRÁS : 3.00-10
  • DEPÓSITO DE COMBUSTÍVEL : 5

Réplica da Piaggio apreendida na EICMA 2011

A EICMA 2011 já terminou, e com o fecho vão surgindo algumas notícias relacionadas com as motas chinesas que estiveram presentes no evento. Apesar de nem todas serem más notícias, esta tem ganho notoriedade na internet pelos piores motivos…

Os chineses d Kaitong Motor apresentaram na Feira de Milão EICMA 2011 uma scooter de três rodas da marca YIBEN que é uma imitação flagrante da MP3 patenteada pela Piaggio ! A indústria solicitou a intervenção da Guarda fiscal italiana…

A Piaggio confirmou em comunicado que a policia italiana “Guardia di Finanza” apreendeu uma scooter de três rodas chamada YB 250 ZKT produzida, comercializada e apresentada na feira de Milão EICMA 2011 pela empresa chinesa Kaitong Motor através da Yiben. A Polícia realizou a operação no no próprio stand da Yiben na EICMA 2011 !!!

A “Guardia di Finanza”, diz que o modelo acima apresenta várias semelhaças com o modelo ‘MP3′ da Piaggio, cujo design e produção tem, obviamente, direitos propriedade do grupo italiano da Piaggio. Assim, o modelo acabou por ser embargado com as acusações de falsificação e violação de direitos de autor. Aqui estão as fotos, você pode ver que para si mesmo.


Keeway HACKER 125

http://www.keewaymotor.pt/getimage.php?file=imagens%2F100224155448.jpg&x=396&y=339
Este novo modelo da Keeway – HACKER 125 – apresenta-se com um design inovador e arrojado.
O poderoso motor de 125cc a quatro tempos permite-lhe altas rotações, capacidade de arranque e velocidades acima da média.
Escape rectangular, luzes de LEDs e faróis duplos são algumas das características que deslumbram qualquer olhar.
TIPO DE MOTOR : Monocilíndrico, 4 tempos, refrigeração a ar
CILINDRADA : 125cc
DIÂMETRO : 40 x 39.2 mm
SISTEMA DE ARRANQUE : Eléctrico / Pedal
POTÊNCIA : 7.3kW a 8.000 rpm
COMPRIMENTO : 1.860 mm
LARGURA : 685 mm
DISTÂNCIA DE EIXOS : 1.500 mm
DISTANCIA AO SOLO : 180 mm
PESO SECO : 115 Kg
TRAVÕES FRENTE : Disco
TRAVÕES TRÁS : Disco
PNEUS FRENTE : 120/70-12
PNEUS TRÁS : 130/70-12
DEPÓSITO DE COMBUSTÍVEL : 8 litros

Keeway RKS 125, já disponível

Outra das novidades que a Keeway reservou para este ano acaba de chegar a Portugal: a Keeway RKS 125.

E qualquer semelhança com a sua irmã RKV 125 não é mera coincidência, pois no que respeita ao design, a RKS 125 não lhe fica nada atrás. Pelo contrário, trata-se de um modelo de linhas similares, em que os faróis traseiros LED dão um toque “tecnológico” e de modernidade.

Outro pormenor que importa também destacar é o preço realmente competitivo.

Keeway RKS 125 Preço > 1.785€.
As cores disponíveis são o cinza, branco, vermelho e preto.

Jianshe

A Jianshe, outra fabricante pertencente ao grupo CSIG – China South Industries Group, que controla os fabricantes das marcas Jialing, Jianshe, Luoyang Northern e Qingqi.

De lembrar que a JIANSHE estabeleceu uma “jointventure” com ninguém menos que a Yamaha para produzir a sua primeira motocicleta para uso civil, a Yamaha YBR 125 (?) .

Jonway Victoria YY125T-29

Fonte: www.greenfactory.pt

A Jonway victoria apresenta-se como uma scooter de espirito clássico e está neste momento apenas disponível com o motor 125cc, a 4 tempos e parece fazer médias muito boas. Para quem tem carta de carro e procura uma alternativa esta pode ser uma opção.

Basicamente é mais uma chinesa inspirada na lendária Vespa e no seu espírito retro-clássico.

O Design é apelativo, resta saber a fiabilidade.

Peso Líquido: 110kg
Distância entre eixos: 1250mm
Dimensões: 1850*650*1120mm
Velocidade máxima: 90km/h
Carga máxima suportada: 140kg
Capacidade do depósito: 8.5L
Tipo de travões: F/T: Disco
Tipo de motor: 4 tempos, monocilindrico, arrefecimento a ar
Potência máxima: 5.85kw/8500r/min
Sistema de arranque: Eléctrico/Pedal
Tamanho dos pneumáticos: 130/60-13; 130/60-13
Voltagem da bateria: 12V/7AH

Keeway SilverBlade 125EFI

Fonte: www.keewaymotor.com

A KEEWAY SILVERBLADE 125EFI é uma das novidades, apresentada pela Keeway, para 2011.

Este novo modelo, que poderá ser conduzido com carta de carro, vem alargar a oferta da KEEWAY, nomeadamente no segmento das maxi-scooters, onde a MAXI-SCOOTER KEEWAY SILVERBLADE é o primeiro modelo da marca neste segmento. Esta nova máquina oferece, para alem de muitas outras características, um motor de injecção, linhas arrojadas e a qualidade já bem conhecida da marca…

Keeway Silverblade 125 EFI

Keeway Silverblade 125 EFI

Lifan E-Space 125 [7.3/10]

Adaptado de MOTOCICLISMO & SCOOTER-INFOS.com

A Lifan E-Space 125 (LF125T-19), assume-se com uma réplica da Yamaha ”X-Max”.

Com uma boa qualidade de construção e acabamentos, esta scooter urbana fica aquém das expectativas apenas na capacidade de travagem. O seu motor apresenta umas prestações acima da média sendo a sua relativamente maior velocidade de ponta o seu grande trunfo. A isso não é estranho o facto do seu motor ser o único com refrigeração por líquido. No arranque, e sobretudo até aos 20 km/h o motor é bastante preguiçoso, mas a partir daí desenvolve bem, mesmo em subidas de inclinação considerável.

Não sendo particularmente silenciosa a Lifan E-Space 125 é, em contrapartida, uma das que melhor protecção aerodinâmica oferece dentro da sua classe. Dispõe de espaço suficiente para as pernas do condutor, mesmo que este seja de elevada estatura, o que convém, já que a largura e a altura do assento ao chão vão seguramente dificultar a vida aos mais baixos. Os braços ficam numa posição natural e os comandos são facilmente acessíveis.

A iluminação é razoável mas infelizmente não dispõe de botão para luzes de cruzamento. A suspensão apresenta uma boa qualidade e um óptimo compromisso de afinação. A travagem também é muito boa, sendo a resposta bastante efectiva em qualquer dos eixos. A princípio, a condução torna-se pouco intuitiva já que o centro de gravidade fica bastante elevado, o que não favorece a estabilidade. Apesar da resposta às solicitações de mudança de direcção ser rápida, não é intuitiva. O quadro não emite qualquer interferência mesmo quando dele se abusa.

Em termos de arrumação é de longe uma das melhores da classe, apresentando espaço suficiente para guardar dois capacetes integrais debaixo do banco. A boa capacidade do depósito proporciona uma boa autonomia, mesmo sem cuidados especiais na economia de combustível. A informação do painel é pouca mas simplificada. Os pneus Pirelli que a equipam são um descanso, mesmo em piso molhado.

Conclusão
No geral, a Lifan E-Space 125 eleva o patamar de qualidade das Maxi-scooters chinesas a um nível superior atingindo o nível de certos produtos provenientes da Coreia ou Taiwan, incluindo o preço…

O que mais gostámos:
Performance
Usabilidade

O que menos gostámos:
Vibrações
Originalidade

Motor : 7/10
Chassi : 7/10
Estética : 8/10
Equipamento : 7/10

Velocidade máxima: 107 km/h
Aceleração 0-100 m: 9,6s
Ângulo de brecagem: 4020 mm
Conso. média: 4,5 l/100k m
Autonomia: 300 km

Lifan E-Space no Lés-a-Lés

Image

Aproveitando a realização do extenuante Lés-a-Lés (para condutores e máquinas), a Motopeças, Lda. mostrou a resistência da maxi-scooter de 125 cc da Lifan, a E-Space. E, para testar as motos aos limites das suas capacidades, recrutaram Andreia Marques, Anabela Dias e Raquel Dias que percorreram os 960 km do trajecto da prova sem qualquer problema.

Atravessando estradas e trialeiras que compõem o interior de Portugal durante três dias, Andreia Marques, uma presença assídua em moto-ralis turísticos e que também foi piloto de provas de resistência, não escondeu a satisfação no final da prova

“Este não foi o meu primeiro Lés-a-Lés, mas foi a minha primeira vez com uma scooter, e tudo correu muito bem. Foi uma prova dura mas as motos, confortáveis, ajudaram bastante e todas estamos satisfeitas de ter chegado ao final. Além disso, nunca gastei tão pouco na minha vida para fazer tantos quilómetros!”

Esta iniciativa da Motopeças envolveu o esforço de três equipas de duas pessoas, e mais uma LIfan E-Space que serviu para assistência rápida durante a prova. Assistência essa que se resumiu apenas a um reaperto do filtro de ar e a substituição de um fusível. Ao nível dos consumos as Lifan E-Space 125 registaram uma média de apenas 3,0 litros por cada 100 km.

O saldo desta iniciativa da Motopeças foi muito positivo e a boa disposição reinou durante todo o percurso. No final, as Lifan E-Space mostraram que o Lés-a-Lés não é exclusivo a motos de cilindrada superior e, prova disso, foi terem chegado ao final sem qualquer problema mecânico.

Time executed 0 seconds